Praia de Barra Grande

Em razão de um número crescente de pessoas interessadas em sossego, a praia vem ampliando a sua estrutura receptiva, notadamente restaurantes, pousadas e oferta de passeios aos igarapés que mostram as garças selvagens e os cavalos-marinhos. 

Em razão de um número crescente de pessoas interessadas em sossego, a praia vem ampliando a sua estrutura receptiva, notadamente restaurantes, pousadas e oferta de passeios aos igarapés que mostram as garças selvagens e os cavalos-marinhos.

Nos períodos de alta estação turística, ou quando os ventos favorecem à prática do Kite Surf, geralmente em meados do segundo semestre, Barra Grande fica repleta de caras novas, carros circulando, pousadas lotadas e bares apinhados de gente. Os moradores e empresários locais têm conseguido uma proeza invejável, de manter a área em silêncio. Não se ouvem carros de som, bares ou residências com som pelas alturas.

O silêncio impera na Barra Grande, atrelado a casas simples, mas bem conservadas, pintadas em cores alegres, jardins bem cuidados e ruas limpas. Ruas, aliás, ainda em areia, mantendo apenas as avenidas principais com calçamento. Isso empresta um charme ao lugar, onde os visitantes transitam de pés descalços, bronzeados e comunicando-se nos mais diversos idiomas: alemão, francês, italiano, espanhol, austríaco, inglês e até português! As ruas se iluminam com postes de luminárias artesanais, tornando a noite agradável e aconchegante.

Muitos moradores sobrevivem da pesca, mas a maioria vive mesmo é da lavoura, plantando milho, feijão, e da mandioca que movimenta as farinhadas. À tarde, pescadores chegam do alto mar, trazendo o peixe que dá sustento a muitas famílias. Por lá, se pesca serra, bonito, cavala, robalo, pescada amarela, cação, coró, ariacó, arraia, espada, camurupim e tainha, o peixe mais cobiçado.

O povo da Barra Grande é hospitaleiro por natureza e os atrativos mais fortes de lá são a paz e os cuidados com a limpeza. É considerada a praia mais limpa do litoral piauiense. O inevitável crescimento turístico é visto a olhos nus. As hospedarias e os bares praianos se multiplicam, tornando fácil encontrar casas para alugar por temporada. Aos poucos, o lugar vai tomando a forma de um clássico vilarejo de veraneio.

Pousadas de charme e restaurantes rústicos dão traços especiais à urbanidade da Barra Grande. É um projeto visual que não obedece a regras coletivas, mas induz ao bom gosto. Investir na Barra Grande requer não apenas a seleção de produtos e serviços, mas também o cuidado com a fachada, a decoração e a mobília. Muitos recorrem à matéria-prima local, tendo o mar e seus componentes como temática principal.