Rios do Piauí

Poti

Nasce na Serra da Joaninha, no Ceará, e despeja suas águas no rio Parnaíba, no bairro Poti Velho, em Teresina. Entrando na capital pelo sentido sul-norte, o Poti assistiu ao nascimento de Teresina e mantém em suas margens shoppings, parques, lagoas, bares, restaurantes, hotéis e vestígios fósseis de uma floresta de 230 milhões de anos.

Um dos mais significativos cartões-postais de Teresina, a Ponte Estaiada Mestre João Isidoro França se ergue sobre o rio Poti, servindo de escoamento do tráfego para a zona Leste da cidade. Nas suas proximidades, a ponte é um local de encontro da população, oferecendo vista panorâmica, loja de produtos típicos, bar, espaço para eventos e esportes, trilhas ecológicas e shows.

Gurguéia

Nasce na chapada das Mangabeiras com o nome de Galhão, a 700 metros de altitude, com 740 quilômetros de extensão, sendo o maior afluente do rio Parnaíba pela margem direita. Depois de gerar um vale fértil e propício à agricultura, especialmente à plantação de soja, o Gurguéia despeja as suas águas no rio Parnaíba, a 30 quilômetros ao sul de Floriano.

Canindé

Com as nascentes formadas pelos riachos Ingá e Chapéu, na Serra dos Dois Irmãos, em Paulistana, a 600 metros de altitude, o rio Canindé tem um curso de 350 quilômetros, passando por Oeiras e despejando suas águas no rio Parnaíba, na altura do município de Amarante.

Itaim

Com uma extensão de 200 quilômetros, o rio Itaim nasce em Paulistana, junto à fronteira com a Bahia, a 700 metros de altitude. Desemboca suas águas no rio Canindé, a 30 quilômetros de Oeiras, local provável da luta entre os pretendentes de Zabelê, uma lenda sobre a índia da tribo dos Amanajós.

Longá

Próximo à cidade de Alto Longá, nasce o rio Longá, a 150 metros de altitude, na lagoa do Mato. Com um curso de aproximadamente 300 quilômetros, passa por Campo Maior, Barras e Esperantina, onde forma a cachoeira do Urubu, atravessa a lagoa Grande do Buriti e despeja suas águas no rio Parnaíba, próximo a Buriti dos Lopes. O seu nome é originário da tribo dos Longás, índios que habitavam a região.

Marathaoan

Nasce entre os municípios de Altos e José de Freitas, num local chamado Quintas, a 140 metros de altitude. Afluente do Longá, com um curso de 100 quilômetros, despeja suas águas em Barras, formando a ilha dos Amores.

Portinho

Nasce na Serra Grande, município de Parnaíba, a 20 metros de altitude, e desemboca na barra do rio Igaraçu, em Luís Correia, a 3 quilômetros do mar.

Camurupim

Com 30 quilômetros de extensão, nasce na serra dos Macacos, no município de Cocal, e deságua na divisa entre o Macapá e a Barra Grande.

Parnaíba

Nasce como um riacho, na chapada das Mangabeiras, com o nome de Água Quente, no extremo sul do Piauí, a uma altitude de 709 metros. Banha 22 municípios piauienses e serve de divisa entre os estados do Piauí e Maranhão, desaguando no Atlântico em forma de delta, depois de percorrer 1.485 quilômetros. A 50 quilômetros de sua nascente, o Água Quente recebe o Corriola, principal curso d’água da região, passando a formar, a partir daí, o rio Parnaíba, que se movimenta com uma declividade de 41,6 metros por quilômetro.